Compaixão, cruz e esperança

Teologia de Marcos - Teologias bíblicas 11
Disponível
Editora: PAULINAS
Autor(es): Ivoni Richter Reimer
Coleção: Bíblia em comunidade - série teologias bíblicas
Código: 520004

calcular frete

Não sabe seu CEP? Então clique aqui.
loader
Nome Prazo de entrega Valor
COMPARTILHAR

Ficha técnica

Código de barras:
9788535629248
Peso:
240
Dimensões:
13.50cm x 0.00cm x 20.00cm
Código:
520004
Idioma:
PORTUGUES
Número de páginas:
224
Data de Lançamento:
19/12/2011

Detalhes

Esta obra faz parte do projeto que originou a coleção "Bíblia em Comunidade", cujo objetivo é ampliar a formação sistemática de pessoas interessadas em aprofundar o estudo bíblico. Está dividida em quatro grandes séries: "Visão global da Bíblia", "Teologias bíblicas", "Bíblia como literatura" e "Recursos pedagógicos". Este décimo primeiro volume, Compaixão, cruz e esperança, faz parte da série "Teologias bíblicas", que coloca as estacas, os fundamentos necessários para compreendermos com maior clareza e consciência os conceitos teológicos dos escritos bíblicos que serão estudados e aprofundados. Neste volume é apresentada a Teologia do Evangelho de Marcos. Sua autora, Ivoni Richter Reimer, já é conhecida pelo livro Grava-me como selo sobre teu coração, da mesma série Teologias Bíblicas, da coleção Bíblia em Comunidade. O título traduz com profundidade a experiência que não só Jesus viveu, mas também a própria comunidade cristã, no final da década de 60 a.C.: "Se cruz e ressurreição, como parte integrante do movimento de Jesus, foram evento fundante para a gênese e a organização de comunidades originárias e, portanto, para a continuidade desse movimento, quero considerar que esta memória não está nem esvaziada nem isolada da caminhada de Jesus, que pode ser reconstruída com as narrativas evangélicas. As comunidades, a partir deste evento, (re)contam e organizam, em meio à sua própria (re)organização, também a história de Jesus. As comunidades rememoram - e com isto reconstroem e ressignificam - a vida de Jesus a partir da cruz e da ressurreição, refletindo também seus próprios processos históricos". Há, portanto, uma identificação da comunidade cristã com Jesus. É dessa forma que a linguagem simples, afetiva e comunicativa da autora fala de Jesus e desperta no leitor um desejo de conhecer Jesus e de fazer parte do seu movimento.