Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade - Doc. 105

Sal da Terra e luz do mundo
Disponível
Editora: PAULINAS
Autor(es): CNBB
Coleção: Documentos da CNBB
Código: 529680

calcular frete

Não sabe seu CEP? Então clique aqui.
loader
Nome Prazo de entrega Valor
COMPARTILHAR

Ficha técnica

Código de barras:
9788535641776
Peso:
180
Dimensões:
12.50cm x 0.00cm x 18.00cm
Código:
529680
Idioma:
PORTUGUES
Número de páginas:
192
Edição:
1
Data de Lançamento:
19/05/2016

Detalhes

Este documento Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade foi aprovado na 54ª Assembléia Geral da CNBB, realizada em Aparecida, nos dias 6 a 15 de abril de 2016. Tem como perspectiva a afirmação dos cristãos leigos e leigas como verdadeiros sujeitos eclesiais. Esta expressão - sujeitos eclesiais - é recorrente em todo o texto e se fundamenta nos ensinamentos do Concílio Vaticano II e do Magistério subsequente. Pretende-se animar a todos os cristãos leigos e leigas a compreenderem a sua própria vocação e missão e atuarem como verdadeiros sujeitos eclesiais nas diversas realidades em que se encontram inseridos, reconhecendo o valor de seus trabalhos na Igreja e no mundo. Como sujeitos eclesiais não são uma realidade pronta, mas um dom que se faz compromisso permanente para toda a Igreja, em sua missão evangelizadora, sempre em comunhão com os demais membros. Este documento segue a metodologia ver-julgar-agir e divide-se em três capítulos. O primeiro apresenta inicialmente o marco histórico-eclesial da caminhada da vida dos cristãos leigos e leigas, com seus avanços e recuos e, de modo sucinto, os rostos do laicato. Em seguida, expõe uma visão panorâmica, em ótica sociopastoral, do mundo globalizado em que vivemos. Por fim, desenvolve alguns discernimentos necessários para analisar este mundo, algumas tentações que ele nos apresenta, propondo necessária mudança de mentalidade e de estruturas. O segundo capítulo, em perspectiva eclesiológica, trata da eclesiologia conciliar da comunhão na diversidade, como base para a compreensão da identidade e da dignidade laical como sujeito eclesial. Identifica os âmbitos eclesiais da atuação dos leigos como sujeitos, considerando a diversidade de carismas, serviços e ministérios na Igreja. O terceiro capítulo trata da ação transformadora dos cristãos leigos e leigas na Igreja e, sobretudo, no mundo. Trata da dimensão missionária da Igreja, desenvolve aspectos da espiritualidade encarnada, recorda aspectos da história da organização do laicato no Brasil, e indica aspectos, princípios e critérios da formação do laicato. Em seguida, aponta lugares específicos da ação dos cristãos leigos e leigas no mundo de hoje, e conclui enunciando indicativos, encaminhamentos e compromissos para a caminhada do laicato no país.