Eu estava doente e você me visitou

Uma reflexão acerca da doença e do sofrimento à luz do Evangelho
Disponível
Editora: PAULINAS
Autor(es): Rinaldo Paganelli
Coleção: Fé e vida
Código: 525499

calcular frete

Não sabe seu CEP? Então clique aqui.
loader
Nome Prazo de entrega Valor
COMPARTILHAR

Ficha técnica

Código de barras:
9788535637335
Peso:
150
Dimensões:
12.50cm x 0.00cm x 18.00cm
Código:
525499
Idioma:
PORTUGUES
Número de páginas:
152
Edição:
1
Data de Lançamento:
25/08/2014

Detalhes

O autor relata sua experiência de ser subitamente diagnosticado com um tumor no estômago e precisar lidar com suas emoções, que vão da surpresa à raiva, à fraqueza, e a sensação de abandono - sentimentos comuns a todos que são surpreendidos com uma doença e passam a refletir sobre ela. Segundo o autor, o percurso pode ser mais difícil, se a pessoa insiste em fazê-lo sozinha, ou mais fácil, se ela aceita ajuda. O caminho mais fácil, obviamente, é o melhor, e o livro se propõe a participar dele. Ao encarar a doença e a consciência de sua fragilidade, o doente pode ter dois tipos de posturas: ou considera tudo à luz da fé, com a certeza de que a dor está enquadrada em uma visão superior, que somente Deus conhece; ou aceita que há coisas absurdas, especialmente a dor que se opõe à aspiração humana. A decisão, portanto, é entre o abandono - que nasce da confiança que o mal não supera a vida - e o desespero - consequência de pensar que somos vítimas de um destino cruel. Ainda assim, a doença coloca em xeque todas as certezas, porque nada mais será como antes. Até mesmo a relação com Deus e a fé sofrem transformações e, por fim, nos tornamos mais humano. Dirigindo-se aos doentes, o autor se coloca como um companheiro de viagem, pois constata que os relacionamentos são importantes para sobreviver à doença. Afinal, o ser humano é único, mas não foi feito para viver sozinho: é a relação com o outro que o define, o identifica, o constitui. Também dialoga com os familiares e os profissionais da área médica e de saúde que acompanham e cuidam do doente e fala sobre dor, sofrimento, desejo de felicidade, solidão, e o que tudo isso tem a ver com a fé cristã.