Comunicação e pragmática na exegese bíblica


Disponível
Editora: PAULINAS
Autor(es): Massimo Grilli,  Elzbieta M. Obara,  Maurizio Guidi
Coleção: Cultura bíblica
Código: 533696
R$ 79.5
ou em até 3x de R$ 26.50 sem juros

calcular frete

Não sabe seu CEP? Então clique aqui.
loader
Nome Prazo de entrega Valor
COMPARTILHAR

Ficha técnica

Código de barras:
9788535645828
Peso:
380
Dimensões:
15.50cm x 0.00cm x 23.00cm
Código:
533696
Idioma:
PORTUGUES
Número de páginas:
272
Edição:
1
Data de Lançamento:
03/03/2020

Detalhes

A obra, Comunicação e pragmática na exegese bíblica, faz parte da Coleção Cultura bíblica, que apresenta estudos de temáticas de maior relevância para a compreensão das Sagradas Escrituras. São ensaios cuja apresentação se caracteriza por uma lógica interna bem cuidada. Assim, toda pessoa culturalmente interessada pode ter uma ideia mais apurada sobre a Bíblia. Esta obra trata de um tema relativamente novo e atual: a comunicação e a pragmática. A pragmática resgata a dinamicidade da comunicação. Entende-se o texto como uma ação realizada por meio da linguagem em contexto. Ação que não se limita a informar sobre determinado evento, mas que, ao dizer, produz algo, gera um efeito. Aquilo que é comunicado, então, carrega uma intencionalidade, cujo significado é alcançado no processo interpretativo, capaz de influenciar e modificar o mundo do leitor, suas crenças e ações. Numa perspectiva interdisciplinar, a pragmática caracteriza-se pelo diálogo com vários campos das ciências humanas (antropologia, filosofia, sociologia, psicologia, semiótica, letras, informática, jurisprudência...). Os autores guiam os leitores neste universo amplo e rico. Alinhados com as discussões atuais da linguística, não se limitam a descrever o funcionamento da "linguagem bíblica", mas apresentam os principais conceitos e teorias aptos à análise desta linguagem. De forma muito clara e didática, também desenvolvem uma proposta metodológica, que permite aplicar a pragmalinguística aos estudos bíblicos. A distância temporal e cultural com os primeiros destinatários do texto exige a aplicação de um processo hermenêutico que considere a potencialidade comunicativa da Palavra, no contexto da comunidade hodierna. Assim, o leitor se descobre participante da experiência do povo de Deus, inscrita no texto e atualizada na sua própria existência, entendida como história da salvação. Dentro dessa perspectiva, acolhemos com muita alegria e esperança a publicação deste manual em língua portuguesa. O mesmo vem ocupar um importante espaço no campo das pesquisas exegéticas e teológicas dos textos sagrados, desenvolvidas em nossas faculdades de teologia. Esta obra é uma qualificada contribuição para a hermenêutica bíblico-pastoral, que sustenta a vida e a missão de nossas Igrejas particulares.